Entre em contato conosco

Motor

Kyle Busch vence no Kansas no dia do seu aniversário

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Neste ultimo domingo (02/05) fãs da Nascar puderam acompanhar a emocionante Buschy McBusch Race 400 at Kansas Speedway , 11ª corrida da temporada 2021 da Nascar Cup Seires, e que obviamente aconteceu no circuito de 1,5 milha do Kansas.

Pistas de 1,5 milha como o Kansas ou mesmo Miami, são pistas complexas por mesclar uma alta velocidade, próxima às superspeedways (Daytona e Talladega), com uma pilotagem mais técnica. A velocidade fica por volta de 300 km/h, portanto os acidentes são relativamente comuns nesta pista, embora não se tratem exatamente de Big Ones, já que os carros costumam se espalhar mais ao longo da corrida, então sempre temos acidentes mais isolados, envolvendo poucos carros.

Em se tradando de Nascar, uma das coisas que os fãs mais curtem na categoria é sua imprevisibilidade, e o Kansas não foi diferente. Alguns protagonistas de outras corridas como Joey Logano (#22) e Denny Hamlin (#11) largaram no fundo do pelotão, enquanto outros ótimos pilotos que estavam “apagados” na temporada conseguiram se destacar.

Foto: Divulgação Nascar

 

Stage 1

A bandeira verde veio com Brad Keselowski (#2) na liderança, seguido por Byron (#24) e Harvick (#4). A bandeira amarela de competição aconteceu com 25 voltas e com poucas mudanças significativas de posição. Larson (#5) se destacou muito neste segmento, ganhando várias posições até assumir a liderança por algumas voltas, mas Keselowski retomou a liderança rapidamente.

As ultimas voltas do segmento foram acimadas, acima da média para um começo de corrida. Kaselowski (#2) caiu para quarta posição e finalmente perdeu a liderança para Larson (#5).

Larson não chegou a aproveitar muito a liderança, já que após algumas voltas perdeu a posição para Kyle Bush (#18), que levou a vitória do primeiro estágio, depois de um jejum que já durava algumas etapas na categoria principal da Nascar.

Foto: Divulgação Nascar

 

Stage 2

Como sempre, o segundo estágio foi o mais tranquilo da corrida e sem grandes emoções.

Nos pits, Kyle Bush (#18) caiu duas posições e a liderança no começo do estágio acabou ficando com Kyle Larson (#5). Os pits Stops em bandeira verde não trouxeram grandes mudanças, exceto por Cody Ware (#51) que na tentativa de não perder a entrada dos pits acabou derrapando. O número de punições também tem diminuído a cada corrida, principalmente quanto a excesso de velocidade na entrada dos pits, afinal, trata-se de um impacto de quase uma volta, e os pilotos estão ficando muito atentos para não comprometer a corrida com esse tipo de manobra quando tem pits em bandeira verde.

Foto: Divulgação Nascar

O final do estágio foi bem previsível, ao menos na duas primeiras colocações, tendo Kyle Larson (#5) como vitorioso e Kyle Bush (#18) em segundo lugar, mas a disputa que chamou a atenção de todos foi entre Kaselowski (#2) e Chase Elliott (#9) pela quarta posição, decidida no ultimo segundo com os dois carros passando a linha de chegada alinhados. A terceira posição ficou com Denny Hamlin (#11).

 

Final Stage

Larson (#5) liderava o ultimo estágio até a primeira para nos Pits, ainda em bandeira verde. Chris Buescher (#17) assumiu a liderança por algumas voltas, mas foi somente por ter postergado sua parada. Mas a estrela do show aqui foi um pneu da equipe de Daniel Soárez (#99) que escapou dos pits e foi parar na área gramada da pista. A polêmica ficou sobre tempo que a direção de prova levou para determinar a bandeira amarela, já que aguardou todos os pilotos concluírem suas paradas para realizar a sinalização.

Como é comum na Nascar, uma bandeira amarela logo após uma parada de pits em bandeira verde significa caos total no grid, principalmente quando Joey Logano (#22) decide não parar e sobe 11 posições passando para P4 em uma manobra arriscada, onde todas as outras equipes realizaram uma segunda parada.

Foto: Divulgação Nascar

Denny Hamlin (#11) assumiu a liderança após a relargada, e uma nova bandeira amarela veio minutos depois para deixar claro o quanto a estratégia iria definir o vencedor de hoje. Na entrada dos pits, alguns pilotos enganaram a todos e voltaram para a pista no ultimo segundo, dentre eles Larson (#5) e Busch (#18) foram os que se destacaram por já assumirem a P1 e P2, respectivamente com essa manobra.

O show de bandeiras amarelas estava apenas começando, e poucas voltas após a relargada outra colisão levou a uma nova bandeira amarela e uma relargada faltando somente 10 voltas para o final da corrida com Kyle Busch (#18) na liderança. Mas estamos na Nascar, então… um acidente envolvendo Christopher Bell (#20) e Stenhouse Jr. (#47) disparou a quarta bandeira amarela seguida, desta vez a ultima.

Foto: Divulgação Nascar

Mais uma relargada, dessa vez a última, faltando somente 2 voltas. Obviamente, um cenário como este nos brindaria com um dos finais mais emocionantes da temporada 2021 da Nascar, mas Ryan Blaney (#12) não conseguiu acompanhar o ritmo de Kyle Busch (#18), e mesmo com diversos pilotos na disputa, O “Buschinho” conseguiu vencer sua primeira prova em 2021, que por coincidência, aconteceu exatamente no dia em que completa 36 anos. Um belo presente de aniversário para Kyle Busch, campeão do Kansas.

11 etapas, 10 vencedores diferentes, isso é Nascar. Vamos á colocação final dos pilotos:

Start pos. Driver Car No. Team
1 Brad Keselowski 2 Team Penske
2 William Byron 24 Hendrick Motorsports
3 Michael McDowell 34 Front Row Motorsports
4 Kevin Harvick 4 Stewart-Haas Racing
5 Matt DiBenedetto 21 Wood Brothers Racing
6 Austin Dillon 3 Richard Childress Racing
7 Ryan Blaney 12 Team Penske
8 Christopher Bell 20 Joe Gibbs Racing
9 Kyle Busch 18 Joe Gibbs Racing
10 Cole Custer 41 Stewart-Haas Racing
11 Tyler Reddick 8 Richard Childress Racing
12 Ryan Preece 37 JTG Daugherty Racing
13 Bubba Wallace 23 23XI Racing
14 Ryan Newman 6 Roush Fenway Racing
15 Martin Truex Jr. 19 Joe Gibbs Racing
16 Chris Buescher 17 Roush Fenway Racing
17 Chase Elliott 9 Hendrick Motorsports
18 Aric Almirola 10 Stewart-Haas Racing
19 Chase Briscoe 14 Stewart-Haas Racing
20 Denny Hamlin 11 Joe Gibbs Racing
21 Daniel Suarez 99 Trackhouse Racing Team
22 Anthony Alfredo 38 Front Row Motorsports
23 Ricky Stenhouse Jr. 47 JTG Daugherty Racing
24 Ross Chastain 42 Chip Ganassi Racing
25 Alex Bowman 48 Hendrick Motorsports
26 Corey LaJoie 7 Spire Motorsports
27 Erik Jones 43 Richard Petty Motorsports
28 Kurt Busch 1 Chip Ganassi Racing
29 Joey Logano 22 Team Penske
30 BJ McLeod 78 Live Fast Motorsports
31 Justin Haley 77 Spire Motorsports
32 Kyle Larson 5 Hendrick Motorsports
33 Cody Ware 51 Petty Ware Racing
34 Quin Houff 00 StarCom Racing
35 Joey Gase 15 Rick Ware Racing
36 Garrett Smithley 53 Rick Ware Racing
37 Josh Bilicki 52 Rick Ware Racing
38 Austin Cindric 33 Team Penske
39 Matt Mills 55 BJ McLeod Motorsports

 

 

 

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *