Entre em contato conosco

Automobilismo

Corrida 2 em Gateway termina em bandeira amarela com vitória de Newgarden

Publicado:

em

Mesmo com a vitória, Newgarden ainda se encontra frente a um abismo na tabela de classificação, 96 pontos atrás do líder Dixon

Compartilhe esta publicação

Após um péssimo resultado na prova do sábado, Josef Newgarden se recupera e vence a corrida 2 no oval de Gateway. Dessa forma o piloto da Penske diminui a desvantagem em relação a Dixon, na disputa pelo título da temporada 2020 da Fórmula Indy.

Largando entre os primeiros colocados, Newgarden teve Takuma Sato como a única pedra no caminho na busca pela liderança no inicio da prova. Logo atrás Will Power tentava acompanhar o companheiro de equipe, seguido de Pato O’Ward, novamente no mesmo ritmo dos veteranos, com Dixon logo atrás na P5.

No geral a corrida foi morna e o elemento que poderia muda-la era a estratégia das equipes e momento dos pilotos entrarem nos pits. Na última janela os primeiros a parar foram Dixon e Sato, para tentar voltar de cara pro vento. A briga nos boxes entre O’Ward e Newgarden foi apertada, com o piloto do carro #1 levando a melhor no retorno ao traçado.

A briga pela liderança se estabeleceu entre esses dois no último stint em Gateway, com o mexicano a todo momento no retrovisor de Newgarden. Restando cerca de vinte voltas para o final da corrida, Josef encostou nos retardatários e então teve de aguentar ainda mais a pressão de Pato, que mantinha seu ritmo abaixo de meio segundo atrás do ponteiro.

A fila que se formava atrás de Newgarden levou a uma confusão um pouco mais atrás no pelotão, quando Sato acabou indo de encontro ao muro. Bandeira amarela acionada, e assim se manteve até a quadriculada, com o piloto da Penske faturando a vitória, e O’Ward mais uma vez subindo ao pódio. Power foi o terceiro colocado, seguido de Rinus Veekay e Scott Dixon no top-5.

Com os resultados deste final de semana, o pentacampeão da Chip Ganassi soma 416 pontos na liderança do campeonato, seguido de Newgarden com 320. Pato ainda briga pelo vice-campeonato com 297 pontos, seguido de Takuma Sato (274) e Colton Herta (250) nas primeiras cinco posições da tabela de classificação.  

Tony Kanaan não tinha sequer um carro mediano em mãos na corrida de hoje, e com um amargo décimo nono lugar se despede da Fórmula Indy. Em mais de vinte anos competindo na elite do automobilismo norte-americano, o brasileiro participou de 383 corridas, sendo que em 17 delas subiu ao topo do pódio, faturando o título da temporada 2004 e as 500 Milhas de Indianápolis em 2013.

– Imagens: Chris Owens, James Black e Joe Skibinski (IndyCar)

Compartilhe esta publicação