Entre em contato conosco

Fórmula 1

Valtteri Bottas coloca Mercedes na ponta no segundo dia de testes

Publicado:

em

Valtteri Bottas
Compartilhe esta publicação

A tarde da Mercedes parece ter virado uma nova página para a equipe alemã. Depois de Bottas ter problemas na sexta-feira e Hamilton perder o controle do carro na manhã deste sábado, o dia terminou com Valtteri fazendo o melhor tempo do segundo dia de testes e completando 58 voltas.

O segundo colocado foi Pierre Gasly (AlphaTauri) que ficou 0,124s de Bottas. Lance Stroll (Aston Martin) fez o terceiro tempo do dia, depois de Vettel ter tido problemas com a caixa de câmbio na parte da manhã, e Lando Norris (McLaren) foi o quarto mais rápido.

Imagem: Aston Martin

A TARDE NO BAHREIN – para a segunda sessão do dia seis das 10 equipes trocaram pilotos, Norris assumiu a McLaren, Stroll na Aston Martin, Leclerc na Ferrari, Mich Schumacher na Haas, Gasly na AlphaTauri e Bottas na Mercedes. Giovinazzi (Alfa Romeo), Pérez (RBR), Latifi (Williams) e Alonso (Alpine) participaram das duas sessões.

A primeira equipe a colocar o carro na pista foi a Ferrari com Leclerc, que assim como Sainz de manhã, tinha pneus de protótipos da Pirelli e abriu a sessão com 1min36s875.

Imagem: F1

A Mercedes esperou quase uma hora para então soltar Bottas para a pista e na McLaren, Lando Norris testava diferentes aspectos do carro, sem marcar tempo de volta. A equipe o liberou para fazer a voltas cronometradas com três horas de testes.

Entre a segunda e a terceira hora muita atividade foi vista na pista com Leclerc e Pérez fazendo simulação de corrida com pneus C3 e C4 e C2 e C3, respectivamente. Alonso testava o sistema eletrônico na Alipne e Gasly fazia long runs com pneus médios.

Quando Norris começou voltas cronometradas logo foi para o topo da tabela, seguido de Giovinazzi, que chegava à 100 voltas no dia.

Imagem: McLaren

Enquanto isso Pérez vinha atrás de Latifi, e resolveu pegar vácuo e abrir para passar a Williams, foi aí que o mexicano viu a tampa do motor de sua Red Bull sair voando. Não houve contato entre os dois carros, foi a turbulência no ar que fez o pedaço da carroceria soltar. Foi dada bandeira vermelha para que pudessem limpar a pista, nada mais que cinco minutos.

Valtteri Bottas

Imagem: Reprodução/F1 TV

Faltando 40 minutos para o fim da sessão, Gasly assumiu a dianteira com 1min30s413. Mas o francês viu Bottas começar a andar mais rápido e fazer 1min30s289, assumindo então a liderança até o fim do teste, que foi encerrado cinco minutos antes por uma bandeira vermelha programada pela direção de prova, assim como na parte da manhã.

Durante boa parte da última hora de treino grande parte dos pilotos fizeram voltas de classificação, que são voltas mais rápidas e que ajudam a sentir ainda mais o desempenho do carro.

Imagem: F1

 

No último dia de testes George Russell vai pilotar a Williams pela primeira vez na pré-temporada.

“Com as condições ruins de ontem parece que eu não perdi muito, é um ganho não ter participado ontem, eu chego com mentalidade mais nova. O carro tem se mostrado confiável, até agora tudo na programação foi feito sem problemas, vamos ver como vai ser amanhã”, comentou Russell durante a coletiva de hoje.

Durante a coletiva Vettel falou sobre a adaptação ao novo carro e os problemas da manhã com a caixa de câmbio.

“As últimas 24 horas foram de muito trabalho para mim e para todo mundo na garagem, para toda a equipe. Infelizmente o problema com a caixa de câmbio custou muito tempo e não conseguimos fazer muitas voltas, infelizmente a manhã não foi de muito tempo na pista. Mas ontem foi bem interessante, o carro parece promissor, só que ainda tem muitas coisas com as quais eu preciso me acostumar. É uma unidade de potência diferente, tudo é um pouco diferente então preciso me adaptar”, avaliou Vettel.

Já Daniel Ricciardo revelou que apesar de estar muito contente em ter sido o mais rápido nas sessões da manhã dois dias não está focado nisso e está animado em participar da sessão da tarde, que termina no começo da noite, no domingo.

“Você nunca sabe o que o outro está fazendo, então é importante focar em mim. Tem sido tranquilo até aqui, o mais importante é confiabilidade e isso tem sido forte até o momento, e permitiu que fizéssemos as voltas que precisávamos”, revelou Ricciardo. “Acho que o que está faltando para mim é ação na pista a noite. Amanhã vou estar na pista a noite e provavelmente vou sentir mais quão confortável e quão pronto estou com o carro para daqui duas semanas [quando acontece o GP do Bahrein]”, concluiu.

Imagem: F1

Fernando Alonso falou sobre sentir que o carro está num bom caminho.

“Eu acho que ainda precisámos entender um pouco melhor o pacote aerodinâmico e os regulamentos de 2021, então ainda temos um pouco de trabalho para fazer, mas estamos seguindo a programação estabelecida dois dias atrás para o Esteban e para mim”, contou Alonso.

Já Gasly destacou que sente que o carro parece bem melhor neste ponto da temporada que no ano anterior.

“Hoje foi outro dia positivo para nós, com várias voltas completadas. Conseguimos fazer voltas com nível alto de combustível como queríamos, tentamos diferentes coisas no carro, e fizemos voltar mais rápidas com pneus mais macios no fim. Com essas condições eu me senti bem no carro, melhor que nesta mesma época no ano passado, isso é muito positivo”, falou Gasly.

Imagem: Scuderia AlphaTauri

E Lewis Hamilton disse não estar preocupado com o começo difícil de temporada para a Mercedes, que logo na primeira volta, da primeira sessão no primeiro dia teve problemas com a caixa de câmbio.

“É o segundo dia de testes, no momento não estou perto de estar preocupado, só tentando entender o carro. Não faz sentido se preocupar agora, todo mundo está focado em executar a programação e nós também”, apontou Hamilton.

Valtteri Bottas

Imagem: F1

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *