Entre em contato conosco

Motor

Nascar estreia no Circuit of the Americas com vitória de Elliot

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Cada vez mais a Nascar busca inovar com provas em circuitos de terra, rovais e mistos. Neste domingo (23) foi a vez de estrear no Circuit of the Americas, ou simplesmente Cota. É uma das pistas  mais modernas do mundo,  foi inaugurado em 2012, atende todas as exigências da FIA.

Para esta prova a Nascar voltou a ter seção classificatória que garantiu a pole para Tyler Reddick(#8), seguido de Kyle Larson(#5) e Austin Cindric(#33), respectivamente. Nesta etapa tivemos recorde de pilotos largando no final do pelotão por punição ou ajustes fora do previsto nos carros, um exemplo, foi Denny Hamlin (#11) que precisou fazer reparos na direção de seu veiculo para não ficar de fora.

Foto: Divulgação Nascar

 

A corrida estava prevista para 68 voltas, divididas em três segmentos, totalizando 231 milhas percorridas pelo circuito misto de 20 curvas. A expectativa pela estreia da Nascar em Cota já era grande e  com previsão de 80% de chuva fica ainda maior, pois as equipes e os pilotos da categoria não estão acostumados a correr na chuva. Em circuitos ovais as provas normalmente são interrompidas, mas em Cota a chuva precisa ser mais forte para causar a interrupção da prova.

A maioria dos pilotos decide largar com pneus slick, mas nas primeiras voltas são obrigados a parar no pit pata trocar por pneus de chuva. Dentre os pilotos que largaram com  pneus  de chuva, temos o Mcdowell (#34) e ganhou varias posições com a estratégia.  Ainda no inicio da prova, Daniel Soarez (#99) teve um problema no cambio e precisou abandonar a pista. Após a bandeira amarela para retirada do veiculo da pista, McDowell assumiu a P1, mas errou e perdeu a posição da Joey Logano (#22), que venceu o primeira estágio de 17 voltas, seguindo pelo #34 na P2 e Kurt Busch (1) em terceiro.

O segundo estágio começou com uma briga acirrada entre Logano e Buschão  pela P1 e um “triwide” brigando pelo terceira posição. A chuva ficou mais intensa fazendo com que vários pilotos saíssem da pista, mas conseguiram voltar sem deflagrar a bandeira amarela, como aconteceu com Denny Hamlim (#11), Kurt Busch (#11), Blaney (#12), Reddick (#8), dentre outros. Alguns pilotos rodaram mais de uma vez.  Com o spray de agua a visibilidade acabou ficando bem comprometida, causando um acidente entre Bell (#20)e Harvick (#4), fim de prova para os dois.

Foto: Divulgação Nascar

 

Na relargada, Chastain (#42) assumiu a P1, seguido de Ryan Preece (#37), após uma disputa Preece levou a melhor,  mas a chuva voltou a fazer suas vitimas, desta vez, um acidente entre Martin Truex Jr (#19) e  Cole Custer (#41) foi mais forte, com o carro do #41 literalmente entrado embaixo do Toyota de Truex. Felizmente, graças a segurança dos carros da Nascar, os dois saíram andando sem maiores ferimentos. A prova é interrompida para retirada dos veículos. A retomada, alguns minutos depois,  foi em bandeira amarela para que os pilotos tenham os para-brisas limpos, antes do reabastecimento e troca de pneus.

Na relargada, Preece mantém a P1, mas não se sustenta e perde a posição para Kyle Busch,  que garante a vitória do segundo estagio, seguido por Elliot (#9) e Reddick (#8).

Foto: Divulgação Nascar

 

Na volta 36 tivemos a relargada do terceiro segmento, com Kyle Busch (#18) na P1 e alguns pilotos rodando, agora foi a vez de Reddick (#8) que perdeu varias posições com o deslize. Como a Nascar não tem track limits, muitos pilotos não respeitam o traçado e acabam escapando da pista. Após Bush parar para pits em bandeira verde, Austin Cindric |(#33) assume a P1.

Com 22 voltas para o final a chuva piora, e os pilotos continuam a parar em bandeira verde, o que deu a liderança ao Alex Bowman (#48), seguido por Elliot (#9). Após a parada, Larson volta muito bem e assume a P3 após ultrapassar Kyle Busch(#18). Bowman para, e Elliot assume a P1, seguido por Larson (#5).

 Faltando 18 para o fim, a chuva faz com o Kurt Busch rode e quase acerta o irmão ao voltar para pista pela grama. Cindric (#33) também roda e chama a bandeira amarela. Por conta da chuva e da baixa visibilidade a Nascar decreta bandeira vermelha e autoriza os pilotos a deixarem os carros.  Como mais de 50% da corrida já tinha sido concluída a Nascar decide encerrar a corrida, a chuva era muito forte e sem previsão de melhora. Vitoria para Chase Elliot (#9).  Com a vitória de Elliot, a equipe Hendrix coloca seus 4 pilotos nas playoffs.

 

Foto: Divulgação Nascar

 

Resultados da corrida:

1. Chase Elliott
2. Kyle Larson
3. Joey Logano
4. Ross Chastain
5. AJ Allmendinger
6. Chase Briscoe
7. Michael McDowell
8. Alex Bowman
9. Tyler Reddick
10. Kyle Busch
11. William Byron
12. Austin Dillon
13. Chris Buescher
14. Denny Hamlin
15. Ryan Preece
16. Erik Jones
17. Ryan Blaney
18. Anthony Alfredo
19. Brad Keselowski
20. Corey LaJoie
21. Ty Dillon
22. Ricky Stenhouse Jr
23. Matt DiBenedetto
24. Ryan Newman
25. Austin Dillon
26. Aric Almirola
27. Kurt Busch
28. Garrett Smithley
29. James Davison
30. Josh Bilicki
31. Kyle Tilley
32. Cody Ware
33. Daniel Suarez
34. Quin Houff
35. Martin Truex Jr
36. Cole Custer
37. Kevin Harvick
38. Christopher Bell
39. Bubba Wallace
40. Justin Haley

 

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *