Entre em contato conosco

Fórmula 1

Max Verstappen conquista pole position para o GP da França

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Versttapen é pole pela segunda vez em 2021 – Getty Images

A classificação em Paul Ricard terminou com a Red Bull na frente, com Verstappen conquistando a segundo pole do ano, com uma volta impressionante. Max superou as Mercedes, que vão largar em segundo com Hamilton e terceiro com Bottas.

“Pontos não são conquistados hoje, temos que terminar amanhã e tentar recuperar os 25 pontos que perdemos em Baku”, disse o pole position.

“Temos uma corrida na mão e estamos adorando a batalha. Vamos continuar lutando e dando tudo que temos”, avaliou Hamilton.

“Tem sido um fim de semana forte, com certeza melhor do que algumas semanas atrás. A última volta na classificação foi boa”, declarou Bottas

Q1 – a primeira etapa da classificação mal havia começado quando Yuki Tsunoda (AlphaTauri) rodou e acabou batendo de leve a traseira do carro na barreira de proteção e causou uma bandeira vermelha e paralização da sessão faltando ainda 14 minutos e 19 segundos para o fim do Q1.

Yuki Tsunoda causa bandeira vermelha no começo do Q1 – Reprodução/F1

Com 22 segundos restando no cronometro, Mick Schumacher (Haas) rodou e bateu, causando uma segunda bandeira vermelha e o fim da sessão. O piloto estava em 14º, garantindo o que seria sua primeira aparição no Q2. Porém com batida, ele fica de fora do resto da classificação.

A batida de Schumacher atrapalhou vários pilotos, mas principalmente Lance Stroll (Aston Martin). O canadense teve a primeira volta rápida deletada, a segunda volta não havia sido boa e fazia uma terceira tentativa de passar para o Q2.

Além de Tsunoda e Stroll, ficaram de fora da segunda parte da classificação Nicholas Latifi (Williams), Kimmi Raikkonen (Alfa Romeo) e Nikta Mazepin (Haas).

Mick Schumacher bate no final do Q1 – Reprodução/F1

Q2 – a segunda etapa da classificação teve a Mercedes na frente, com Bottas em primeiro e Hamilton em segundo. Teve também pilotos abortando voltas com pneus macios no final da sessão porque já haviam garantido lugar na etapa final com voltas rápidas de pneus médios, para poderem largar com os médios no domingo, já que o pneu da volta rápida do Q2 é por regra o pneu que deve ser usado na largada da corrida.

Não seguiram para o Q3 Ocon (Alpine), Vettel (Aston Martin), Giovinazzi (Alfa Romeo), Russell (Williams) e Schumacher que se não precisar trocar peças depois da batida no Q1, largará em 15º.

George Russell termina Q2 em 14º – Williams Racing

Q3 – na primeira rodada de voltas na disputa pela pole, Verstappen foi o mais rápido, Hamilton o segundo e Pérez (RBR) o terceiro. Já Gasly (AlphaTauri) excedeu os limites de pista na curva 6 e teve o tempo deletado.

Na segunda volta rápida, Verstappen fez o melhor tempo do final de semana, marcando 1min29s990. Hamilton ficou a 0,265s atrás do holandês, mas conseguiu superar o companheiro pela primeira vez neste final de semana.

Hamilton e Bottas no Q3 – Mercedes via Jiri Krenek

Depois de ter a primeira volta deletada, Gasly marcou 1min30s868 e vai largar na sexta posição, atrás de Sainz (Ferrari) que é o quinto.

O top 10 tem ainda Pérez largando em quarto, Leclerc (Ferrari) em sétimo, Norris (McLaren) em oitavo, Alonso (Alpine) em nono e Ricciardo (McLaren) em décimo.

A largada do GP da França está marcada para as 10h da manhã (horário de Brasília) deste domingo.

Classificação ao final do Q3 – Reprodução/F1

Compartilhe esta publicação