Entre em contato conosco

Automobilismo

Rede Globo não irá transmitir a Fórmula 1

Publicado:

em

Globo

Bandeirantes pode entrar na disputa

Compartilhe esta publicação

Desde a temporada 2020 da Fórmula 1, a emissora brasileira Globo e a empresa FOM/Liberty Media, dona da categoria, vinham negociando os direitos de transmissão da F1 para 2021. Mas na noite desta quinta-feira (4), a Globo anunciou o fim das negociações e que vai deixar de transmitir a principal categoria do automobilismo, algo que está na grade da emissora há 40 anos.

Em comunicado à mídia especializada, a emissora disse que “A Globo manteve negociações constantes com a FOM/Liberty Media sobre a renovação dos direitos da Fórmula 1, sempre considerando a nova realidade mundial dos direitos esportivos. Infelizmente não houve acordo”.

Ainda no comunicado, a emissora disse que vai continuar disse que vai continuar fazendo a cobertura da categoria nas plataformas dela para manter os fãs informados.

Em agosto do ano passado a Globo já havia dito que não transmitiria mais a Fórmula 1, como fez todos os anos desde 1981. Foram meses de indefinição, e a emissora voltou atrás, através de um pedido do chefe da empresa americana, Chase Carey, depois que um novo contrato foi fechado com a prefeitura de São Paulo para a corrida em Interlagos.

A resolução entre Globo e FOM/Liberty Media ficou parada entre o fim da temporada e o início deste ano, e agora foram encerradas de vez.

Quem já vinha correndo por fora no mundo automobilismo era a Band, para quem a Globo perdeu os direitos de transmissão da Stock Car em novembro. Ainda não há confirmação de uma negociação oficial, mas a Bandeirantes já teria procurado a FOM para conversar.

Sem uma emissora no Brasil, a Liberty Media pode faturar com o lançamento da plataforma própria de streaming, a F1 TV Pro no país. O serviço é pago mensalmente e mostra tudo que acontece na Fórmula 1.

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.