Entre em contato conosco

Fórmula 1

Max Verstappen vence o GP da Áustria

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Verstappen absoluto na Áustria – Red Bull

O domingo no Red Bull Ring foi de festa da Red Bull com a segunda vitória de Max Verstappen na Áustria e com as arquibancadas estavam recheadas de holandeses, o laranja tomou conta. O piloto dominou a corrida desde a largada e não foi ameaçado em nenhum momento.

“Para ser honesto hoje foi incrível, o carro estava excelente. Foi muito divertido dirigir. Mesmo quando você chega no final de semana como favorito, nunca é fácil. Foi uma loucura ver todos os fãs e tanto laranja”, disse Max.

Torcida holandesa na Áustria – Red Bull

E na Mercedes o domingo foi melhor para Valtteri Bottas que conquistou a segunda colocação, superando o companheiro Lewis Hamilton e Lando Norris (McLaren).

“É bom estar no pódio de novo em segundo lugar. A McLaren estava realmente rápida hoje, eles colaram muita pressão”, revelou o finlandês.

E a Mclaren de Norris estava realmente rápida, mesmo com a punição de cinco segundos depois de um incidente com Pérez (RBR), Norris fez uma excelente corrida e conquistou o terceiro lugar.

“Foi uma boa corrida, foi excitante, mas estou desapontado porque deveríamos estar em segundo, eu achei que a volta 1 [incidente com Pérez] era apenas a corrida”, avaliou o britânico.

CORRIDA – Max Verstappen tracionou bem e saiu na ponta na largada, enquanto Norris e Pérez começaram uma intensa disputa. Logo na primeira volta Esteban Ocon (Alpine) foi espremido pela Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi e a Haas de Mick Schumacher e acabou com a suspensão dianteira direita quebrada, teve que abandonar e o safety car foi para a pista, o que beneficiou Norris que pode se segurar em segundo.

O incidente entre Giovinazzi, Schumacher e Ocon foi considerando como algo normal de corrida, mas o italiano da Alfa fez ultrapassagem antes do saída total do carro de segurança e foi penalizado com cinco segundos, a serem pagos na parada no box. Nesse tempo nenhum mecânico pode tocar no carro.

Ocon preso entre Schumacher e Giovinazzi – Reprodução/F1

Na relargada, Pérez e Norris disputaram duro a segunda posição e a briga foi pior para o mexicano que escapou da pista e caiu para décimo. Com isso Hamilton ganhou a terceira posição e começou uma caçada a Lando pelo segundo lugar. Pelo incidente com Checo Pérez, Norris recebeu uma punição de cinco segundos, a serem cumpridos na parada no box.

Enquanto isso o companheiro de Norris, Daniel Ricciardo, que largou em 13º começou uma escalada no pelotão e na 18ª volta já era quinto. Já George Russell (Williams), que largou em oitavo, perdeu várias posições no começo, conseguiu recuperar algumas e estava em nono.

Na volta 41 Pérez e Leclerc (Ferrari) disputavam a sexta posição e o mexicano colocou o monegasco para fora da pista, assim como Norris havia feito com ele mais cedo na corrida, e como aconteceu com Norris, Checo também foi punido com cinco segundos.

Seis voltas depois Leclerc novamente tentava a ultrapassagem e foi empurrado para fora de novo por Pérez, que foi punido com mais cinco segundos, totalizando 10 segundos de punição.

Pérez joga Leclerc para fora da pista duas vezes – Reprodução/F1

Lá na frente, na volta 53 a Mercedes avisou Bottas que Hamilton, que estava na frente, tinha problemas com o carro e falou para o finlandês não ultrapassar. Mas a equipe voltou atrás e para evitar que ambos os carros fossem ultrapassados por quem vinha atrás, ordenou uma troca de posições. Com isso Bottas assumiu a segunda posição.

Na mesma volta 53, Norris ultrapassou Pérez pela quarta posição e na volta seguinte passou Hamilton e garantiu o terceiro lugar.

Na disputa caseira na Ferrari, Carlos Sainz era mais rápido e passou o companheiro Leclerc, indo atrás da sexta posição de Ricciardo. Já Russell se segurava na frente de Alonso (Alpine), na disputa que valia o primeiro ponto com a Williams, que o britânico vem buscando. Russell conseguiu segurar o espanhol por 10 voltas, mas na volta 68 Alonso passou e assumiu a 10ª posição.

Alonso ultrapassa Russell – Reprodução/F1

Sainz conseguiu passar Daniel Ricciardo na penúltima volta e ainda herdou a posição de Pérez, que teve dez segundo acrescidos ao seu tempo final, terminando então em quinto, Pérez em sexto e Ricciardo em sétimo.

A última volta do GP da Áustria teve ainda uma batida envolvendo Sebastian Vettel (Aston Martin) e Kimmi Raikkonen (Alfa Romeo). O alemão ultrapassava o finlandês quando este o acertou em cheio e os dois foram parar na grama.

O top 10 teve ainda Hamilton em quarto, Leclerc em oitavo, Gasly em nono e Alonso em décimo.

A próxima corrida do campeonato acontece em Silverstone no dia 18 de julho, que será palco do primeiro final de semana em que a Fórmula 1 vai testar um formato diferente. Na sexta-feira de manhã acontece o treino livre, mas a parte da tarde será para a classificação para a corrida sprint. No sábado de manhã acontece o segundo treino livre e de tarde a corrida sprint, na qual será definid o grid de domingo.

A corrida sprint ou corrida de classificação tem duração menor e também distribui pontos, mas apenas para os três primeiros colocados.

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *