Entre em contato conosco

Luta

UFC 259: Jan Blachowicz e Amanda Nunes se consagram e Sterling se torna campeão

Publicado:

em

ufc-259
Compartilhe esta publicação

No dia 06 de março, no APEX, em Las Vegas, o UFC  259 foi realizado com grandes lutas e três cinturões em disputas.  O Brasil já estava representado no card preliminar com um combate de compatriotas, sendo que Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico no primeiro round. O outro brasileiro no preliminar foi Rogerio Bontorin que acabou derrotado por Kai Kara-France no finalzinho do primeiro round.

Abrindo o card principal do UFC 259, Thiago Marreta e Aleksandar Rakic fizeram uma luta morna, com Rakic levando a melhor na decisão dos  juízes. Na sequência, o russo Islam Makhachev, chamado por muitos como o sucessor de Khabib Nurmagomedov, finalizou Drew Dober ainda no primeiro round.

Na primeira disputa de cinturão da noite, o campeão Petr Yan viu o seu cinturão dos penas ir para o desafiante Aljamain Sterling após aplicar uma joelhada ilegal no quarto round. Dessa forma, o russo Yan foi desclassificado e Sterling é o novo campeão peso-pena(até 66kg) do UFC. 

No peso-pena feminino, Amanda Nunes não deu chances para Megan Anderson e finalizou no primeiro round. Assim, a brasileira que, também é campeã peso-galo(até 61kg), manteve o cinturão da categoria de cima e está quase adversárias  no UFC. 

Na luta principal do UFC 259, Israel Adesanya. campeão dos médios(até 84kg) subiu para  o peso-meio-pesado(até 93kg) para desafiar o campeão Jan Blachowicz. Mas o polonês impôs o  seu jogo e manteve o título ao vencer Adesanya na decisão unânime dos juízes laterais. 

Resultados oficiais do UFC 259

Card principal

Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45, 49-45).

Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização (triângulo e chave de braço) aos 2m03s do 1º round.

Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação (joelhada ilegal) aos 4m29s do 4º round.

Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização (katagatame) a 1m37s do 3º round.

Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Card preliminar

Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (28-29, 29-28, 30-27).

Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26).

Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute aos 4m55s do 1º round.

Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-25).

Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute aos 3m19s do 2º round.

Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização (katagatame) aos 3m28s do 3º round.

Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round.

Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do 1º round.

Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 47s do 2º round.

Compartilhe esta publicação