Entre em contato conosco

Nascar

Kyle Larson domina a prova e vence a Nascar cup Series em Las Vegas

Publicado:

em

Qualquer analogia que fazemos entre a Nascar e a cidade de Vegas, sempre nos leva ao mesmo ponto: Apostas.

Acontece que não foi apenas sorte que acompanhou o piloto Kyle Larson e sua equipe na prova da Nascar cup Series deste último domingo, 03 de março.

O circuito de Las Vegas é conhecido por ser uma pista um pouco mais larga que as demais, principalmente se tratando de um oval de 1,5 milhas. Muito longe de ser uma pista pequena, Vegas não chega a ser uma super speedway, mas suas características de traçado a tornam uma pista relativamente rápida para seu tamanho.

Dominar uma corrida em Vegas, depende de muito mais do que sorte, principalmente quando o piloto vence os 3 estágios da corrida, como foi o caso de Larson na Pennzoil 400 de 2024.

Para vencer em Vegas, Larson precisou de uma boa dose de habilidade e de um belíssimo trabalho de defesa, sobretudo nas últimas voltas. E quem sabe, uma pitadinha de sorte também, por que não?

Foto: Divulgação Nascar

 

Stage 1 – Mais uma roda solta e um saco de lixo

Joey Logano (#22) e Kyle Larson (#5) largaram na primeira fila, mas a prova foi rapidamente interrompida na volta 32, para reparos na parede após uma colisão do carro Chris Buescher que perdeu a roda poucas voltas antes.

Daniel Suarez (#99) relargou na liderança da prova, mas a atenções se voltaram para a P7, onde Willian Byron (#24) lutava contra o que parecia ser uma sacola de lixo que havia ficado presa na frente de seu carro. A sacola ficou presa exatamente na entrada de ar do carro e obrigou Byron a reduzir o ritmo.

Na sequencia, Kyle Busch (#8) chegou a liderar por quase de 20 voltas, mas perdeu a posição para Kyle Larson, que consegui se manter na P1 por mais 20 voltas até o final do estágio e faturar a vitória.

Foto: Divulgação Nascar

 

Stage 2 – Um segmento dominado por Larson

Martin Truex Jr. (#19) relargou na liderança, e também se alternaram na posição Denny Hamlimv (#11) e Kyle Larson.

Sem bandeiras amarelas até o momento, as equipes começaram os pits em bandeira verde, e Kyle Larson continuou na liderança mesmo após todo ciclo de paradas.

Cerca de 20 voltas após as paradas, uma reviravolta desafiaria a estratégia dos pilotos e equipes, já que Christopher Bell (#20) rodou e a bandeira amarela levou muitos carros a pararem para trocar 2 pneus.

Na relargada, Alex Bowman (#48) até chegou a liderar um pouco, mas com menos de 4 voltas para o final, Larson conseguiu recuperar a posição e vencer o segundo segmento.

Foto: Divulgação Nascar

 

Final Stage – Larson defendendo a posição

Mesmo com a bandeira amarela e a relargada para o último estágio, Larson seguiu na liderança.

Até este ponto, o terceiro estágio imitava os acontecimentos do segundo, já que todos os pilotos foram obrigados a parar em bandeira verde e apenas algumas voltas depois algum acidente trazia a bandeira amarela e todas as equipes acabavam repetindo a parada. Na verdade apenas o nome do protagonista da bandeira amarela que mudava, e neste estágio foi Corey LaJoie (#7) quem rodou e começou com toda confusão.

Naturalmente, alguns pilotos trocaram apenas 2 pneus na segunda parada e isso se refletiu em algumas mudanças de grid, mas não na liderança, onde Larson brigava com Ross Chastain pela posição.

Larson seguiu na liderança pelas voltas restantes da prova. Nas últimas 4 voltas Tyler Reddick até chegou a empolgar os espectadores com uma sorrateira, e perigosa, aproximação com Larson. Porém a corrida de Vegas estava na mão do número #5, e nada mais justo que Kyle Larson levar a vitória por seu brilhante desempenho.

Foto: Divulgação Nascar

 

Resultado

  • 1. Kyle Larson, No. 5 Hendrick Motorsports Chevrolet
  • 2. Tyler Reddick, No. 45 23XI Racing Toyota
  • 3. Ryan Blaney, No. 12 Team Penske Ford
  • 4. Ross Chastain, No. 1 Trackhouse Racing Chevrolet
  • 5. Ty Gibbs, No. 54 Joe Gibbs Racing Toyota
  • 6. Noah Gragson, No. 10 Stewart-Haas Racing Ford
  • 7. Martin Truex Jr., No. 19 Joe Gibbs Racing Toyota
  • 8. Denny Hamlin, No. 11 Joe Gibbs Racing Toyota
  • 9. Joey Logano, No. 22 Team Penske Ford
  • 10. William Byron, No. 24 Hendrick Motorsports Chevrolet
  • 11. Daniel Suarez, No. 99 Trackhouse Racing Chevrolet
  • 12. Chase Elliott, No. 9 Hendrick Motorsports Chevrolet
  • 13. Brad Keselowski, No. 6 Roush Fenway Keselowski Racing Ford
  • 14. Erik Jones, No. 43 Legacy Motor Club Toyota
  • 15. Carson Hocevar, No. 77 Spire Motorsports Chevrolet
  • 16. Austin Dillon, No. 3 Richard Childress Racing Chevrolet
  • 17. Ricky Stenhouse Jr., No. 47 JTG Daugherty Racing Chevrolet
  • 18. Alex Bowman, No. 48 Hendrick Motorsports Chevrolet
  • 19. Daniel Hemric, No. 31 Kaulig Racing Chevrolet
  • 20. Josh Berry, No. 4 Stewart-Haas Racing Ford
  • 21. Chase Briscoe, No. 14 Stewart-Haas Racing Ford
  • 22. John Hunter Nemechek, No. 42 Legacy Motor Club Toyota
  • 23. Ryan Preece, No. 41 Stewart-Haas Racing Ford
  • 24. Todd Gilliland, No. 38 Front Row Motorsports Ford
  • 25. Michael McDowell, No. 34 Front Row Motorsports Ford
  • 26. Kyle Busch, No. 8 Richard Childress Racing Chevrolet
  • 27. Justin Haley, No. 51 Rick Ware Racing Chevrolet
  • 28. Derek Kraus, No. 16 Kaulig Racing Chevrolet
  • 29. Austin Cindric, No. 2 Team Penske Ford
  • 30. Harrison Burton, No. 21 Wood Brothers Racing Ford
  • 31. Kaz Grala, No. 15 Rick Ware Racing Chevrolet
  • 32. Corey Lajoie, No. 7 Spire Motorsports Chevrolet
  • 33. Christopher Bell, No. 20 Joe Gibbs Racing Toyota
  • 34. JJ Yeley, No. 44 NY Racing Team Chevrolet
  • 35. Bubba Wallace, No. 23 23XI Racing Toyota
  • 36. Zane Smith, No. 71 Spire Motorsports Chevrolet
  • 37. Chris Buescher, No. 17 Roush Fenway Keselowski Racing Ford

 

 

 

 

Compartilhe esta publicação