Entre em contato conosco

Fórmula 1

Ele voltou! Daniel Ricciardo vence em Monza

Publicado:

em

Ricciardo
Compartilhe esta publicação

Quem esperava ver uma corrida morna, sem muitas ultrapassagens e com vitória fácil de Max Verstappen (RBR) que largaria na frente, foi surpreendido com um Grande Prêmio da Itália que vai entrar para a história.

Primeiro, Daniel Ricciardo (McLaren) está de volta ao topo do pódio. O australiano não vencia desde o GP de Mônaco de 2018, mas hoje ele soube maximizar a largada, saltou de segundo para primeiro e deixou Verstappen para trás. Se faziam três anos que ele não vencia, faziam 9 anos que a McLaren não vencia. Ricciardo ainda conquistou o ponto extra da volta mais rápida.

“Eu estou eufórico, é incrível estar de volta nessa posição. Eu venho buscando isso por tanto tempo. Este ano tem sido de altos e baixos. A McLaren acertou na estratégia com o pit. Acho que nenhum de nós esperava liderar do começo ao fim…E além de vencer, ainda conquistar um 1-2 é insano!”, comemorou Ricciardo.

E para completar a festa da equipe papaya, Lando Norris foi o segundo colocado. A última vez que pilotos da Mclaren conquistaram um 1-2 foi no Canadá em 2010. E a dupla Ricciardo e Norris é a primeira a chegar em primeiro e segundo até aqui na temporada.

“Nós tivemos um final de semana incrível. Estávamos trabalhando por isso e finalmente conseguimos nosso 1-2. Estou muito feliz!”, ressaltou Norris.

Norris e Ricciardo

Festa dupla na McLaren – McLaren

O terceiro colocado largou em 19º. Valtteri Bottas mostrou que dá sim para ultrapassar em Monza e cumpriu o que queria, chegar ao pódio.

“Estou contente que conseguimos mais pontos que a Red Bull. Do meu lado foi uma ótima corrida. Foi uma pena o acidente entre Lewis e Max”, comentou o finlandês.

O acidente a que Bottas se refere aconteceu na curva 2. Hamilton vinha de sua parada para troca de pneus e Verstappen vinha pela reta dos boxes, os dois se encontraram no final da reta e na disputa por posições, o carro do holandês acabou em cima do carro do heptacampeão. Mais um capítulo pela disputa do título de 2021 chega ao fim e de forma desastrosa. O acidente segue sob investigação com pilotos e representantes das equipes sendo esperados para reunião com os comissários.

Verstappen e Hamilton protagonizam acidente feio – F1 TV

A corrida ainda teve disputas intensas entre Sergio Pérez (Red Bull) e Bottas, Pérez e as Ferraris. O mexicano terminou em terceiro, mas por cortar caminho e ganhar uma vantagem duradoura foi penalizado com cinco segundos acrescidos ao seu tempo final, o que o colocou em quinto.

O domingo foi para esquecer para a AlphaTauri. Depois do acidente de Pierre Gasly na classificação sprint, a equipe optou por trocar todos os componentes do motor, já que o francês já largaria no fim do grid. Porém quando Gasly saiu do box para ir para o grid, foi detectado um problema no freio e ele voltou aos boxes, e largou do pit lane.

Já Yuki Tsunoda estava já no grid quando foi encontrado um problema mecânico no carro, que a equipe então levou de volta para o box, mas não seria possível resolver a tempo da largada, então o japonês ficou de fora do GP. Gasly acabou abandonando logo no começo. Um domingo ruim para o piloto que venceu Monza em 2020.

Quem também não completou a corrida foi Nikita Mazepin (Haas) que teve um problema no motor e abandonou a disputa.

Terminaram na zona de pontuação Charles Leclerc (Ferrari) em quarto, Carlos Sainz (Ferrari) em sexto, Lance Stroll (Aston Martin) em sétimo, Fernando Alonso (Alpine) foi o oitavo, George Russell (Williams) o nono e Esteban Ocon (Alpine) o décimo.

A Fórmula 1 volta daqui duas semanas para o Grande Prêmio da Rússia em Sochi.

Resultado do GP da Itália – F1

Compartilhe esta publicação