Entre em contato conosco

Fórmula 1

Charles Leclerc garante a pole no Azerbaijão

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Imagem: F1

Quinze dias depois de conquistar a pole position em Mônaco e bater depois de marcar o tempo que garantiu a primeira posição no grid, causando uma bandeira vermelha e o fim da sessão, Charles Leclerc (Ferrari) conquista a segunda pole na temporada, e a primeira no Azerbaijão. Fato curioso é que uma bandeira vermelha novamente encerra o Q3 e garante a pole do monegasco.

“Eu não esperava ser tão competitivo como estamos hoje, eu achei que estava melhorando [tempo] antes da bandeira vermelha, mas de qualquer maneira estou feliz”, disse Leclerc.

Lewis Hamilton (Mercedes) vai largar em segundo e Max Verstappen (RBR) em terceiro.

“Definitivamente não esperávamos isso. Estou muito orgulhoso de todos, é uma grande, ótimo começo. É um grande salto que reflete uma grande equipe”, pontuou Hamilton.

“Para ser honesto, foi uma classificação estúpida, mas é o que é. É um circuito de rua, então essas coisas podem acontecer. Nosso carro é forte, espero marcar bons pontos amanhã.”, comentou Verstappen.

Q1 – logo no início da primeira etapa da classificação Lance Stroll (Aston Martin) errou e bateu, causando uma bandeira vermelha. Quando a pista foi liberada, foi a vez de Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) errar e bater, causando uma segunda bandeira vermelha, paralisando novamente o Q1.

Depois de uma sexta-feira complicada, Lewis Hamilton foi o mais rápido na primeira parte da classificação. Já o companheiros, Valtteri Bottas foi apenas o 12º.

Foram eliminados Nicholas Latifi (Williams), a dupla da Haas Mick Schumacher e Nikita Mazepin, e os dois que bateram, Stroll e Giovinazzi.

Imagem: Reprodução F1

Q2 – Sergio Pérez (RBR) foi o primeiro a marcar uma volta rápida, assumindo a tabela de tempos com 1min41s630, sendo superado apenas pelo companheiro de equipe, Max Verstappen, que foi 0,005 mais rápido. Hamilton marcou o terceiro tempo e foi 0,009 mais lento que o mexicano.

Com pouco mais de um minuto para o fim do Q2, Daniel Ricciardo (McLaren) buscava uma vaga entre os 10 mais rápidos quando acabou batendo no muro na curva 3, causando uma bandeira vermelha que encerrou a segunda etapa da classificação.

Destaque para Yuki Tsunoda (AlphaTauri) que pela primeira vez no ano passa para a terceira parte da classificação e a equipe também pela primeira vez coloca os dois carros do Q3.

Ficaram fora do Q3 Sebastian Vettel (Aston Martin), Esteban Ocon (Alpine) Ricciardo, Kimmi Raikkonen (Alfa Romeo) e George Russell (Williams).

Imagem: Reprodução F1

Q3 – Bottas foi o primeiro a marcar tempo, mas foi superado por Hamilton, que rapidamente foi batido pela dupla da Ferrari, Leclerc que assumiu a ponta com 1min41s218, Sainz e ainda também por Verstappen.

Hamilton foi para uma segunda volta rápida logo em seguida e marcou o segundo tempo mais rápido, 1min41s450.

Com menos de um minuto para o fim do Q3, Verstappen abria uma volta rápida para tentar a pole, quando teve que abortar a volta por conta de um bandeira vermelha, decorrente da batida de Tsunoda na curva 2.

Sainz que vinha logo atrás do japonês, perdeu a concentração ao ver a batida e acabou passando reto na curva e batendo na área de escape. A bandeira vermelha encerrou a sessão e garantiu a pole de Leclerc.

A largada do GP do Azerbaijão está marcada para as 9h (horário de Brasília) de amanhã.

Imagem: Reprodução F1

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *