Entre em contato conosco

Luta

Adesanya brilha e Blachowicz se sagra campeão no UFC 253

Publicado:

em

adesanya-ufc-253
Adesanya derrota Borrachinha no UFC 253. (Foto: UFC.com)
Compartilhe esta publicação

O UFC 253 contou com duas disputas de cinturões, e altos e baixos para os atletas brasileiros.

No sábado, 26 de setembro, em Abu Dhabi na Ilha da Luta aconteceu o UFC 253 que teve Israel Adesanya defendendo o cinturão peso-médio (até 84kg) perante Paulo Borrachinha Costa na luta principal. Assim, Adesanya manteve seu cinturão ao nocautear o brasileiro no segundo round, sendo que dominou a  luta em pé. Lembrando que o combate era muito aguardado devido as provocações que estavam sendo feitas pelos lutadores. 

Assim, após o ex-campeão Jon Jones anunciar a subida para o peso-pesado (até 120kg), o UFC colocou o cinturão peso-meio-pesado  (até 93kg) em jogo e escalou Dominick Reyes e Jan Blachowicz para disputarem o título. Desse modo, no UFC 253 Blachowicz derrotou Reyes por nocaute técnico também no segundo round e levou o cinturão para casa. Aliás, um dado curioso é que fazia uma década que essa categoria do UFC não tinha um campeão que não fosse Jones  ou Daniel Cormier, sendo que o último já se aposentou. 

Ademais, entre os outros brasileiros no card, tivemos Ketlen Vieira vencendo Sijara Eubanks por decisão unânime dos juízes após três rounds e o estreante Danilo Marques triunfando da mesma maneira frente a Khadis Ibragimov. Já Alex Leko foi derrotado por Brad Riddell também na decisão unânime dos juízes. 

Resultados Oficiais do UFC 253:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya venceu Paulo Borrachinha por nocaute técnico aos 3m59s do 2º round;

Jan Blachowicz venceu Dominick Reyes por nocaute técnico aos 4m36s do 2º round;

Brandon Royval venceu Kai Kara France por finalização (guilhotina) aos 48s do 2º round;

Ketlen Vieira venceu Sijara Eubanks por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28);

Hakeem Dawodu venceu Zubaira Tukhugov por decisão dividida (30-27, 29-28, 28-29).

CARD PRELIMINAR

Brad Riddell venceu Alex “Leko” da Silva por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28);

Jake Matthews venceu Diego Sanchez por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-26);

Ludovit Klein venceu Shane Young por nocaute a 1m16s do 1º round;

William Knight venceu Aleksa Camur por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27);

Juan Espino venceu Jeff Hughes por finalização (kesa gatame) aos 3m48s do 1º round;

Danilo Marques venceu Khadis Ibragimov por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Compartilhe esta publicação
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: UFC 259: Jan Blachowicz e Amanda Nunes se consagram e Sterling se torna campeão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.