Entre em contato conosco

Brasileirão

Tiago Nunes: a linha do tempo do seu trabalho no Corinthians.

Publicado:

em

tiago nunes
Compartilhe esta publicação

Foto: Marcello Zambrana/AGIF – Yahoo Esportes

Tiago Nunes foi anunciado pelo Corinthians no dia 07 de novembro de 2019 como o novo treinador corinthiano, após a demissão de Fábio Carille. A notícia empolgou o torcedor alvinegro, que cobrava que a equipe tivesse uma drástica mudança na sua filosofia de jogo: de um futebol reativo e jogando “por uma bola”, para um sistema de jogo onde a equipe tenha ofensividade, agressividade e um estilo de jogo mais agradável para o torcedor. Tiago Nunes chegou para essa “revolução”. Vale ressaltar, que o treinador ganhou destaque nacional após as conquistas da Copa Sul-Americana, em 2018 e da Copa do Brasil no ano seguinte.

A Sua chegada ao Parque São Jorge foi rodeada de muita expectativa, por parte dos mandatários e também da torcida. O atual presidente Andrés Sanchez afirmou que Tiago Nunes teria “carta branca” para fazer as mudanças das quais julgasse necessárias.

O treinador não ganhou muitos reforços, devido a situação financeira difícil que vive o clube. O principal reforço foi Luan, meia que veio do Grêmio para defender o clube do qual torcia em sua infância. Além dele chegaram o colombiano Victor Cantillo, Sidcley, Ederson, Matheus Davó e Yony González. Também foram integrados ao elenco jogadores das categorias de base como o goleiro Guilherme, para ser a 3° opção na meta alvinegra, Lucas Piton, e Madson. Piton fez boas atuações e é visto pela torcida como a melhor opção para a lateral esquerda. Já o atacante Madson não encheu os olhos nem de Tiago Nunes nem da torcida, e foi repassado por empréstimo ao Fortaleza.

Além disso, chegaram para compor o elenco alvinegro, jogadores que retornaram após empréstimos, são eles: Pedro Henrique, Camacho, Richard e o chileno Ángelo Araos. Dos quatro, Pedro Henrique e Camacho já trabalharam com Tiago e são titulares da equipe, Richard não vem atuando e deve sair da equipe em breve, já Araos pode ser vendido ou emprestado novamente, ainda luta para mostrar seu futebol e convencer tanto o torcedor como o técnico.

Vale lembrar que alguns reforços pedidos pelo treinador não foram atendidos pela diretoria como por exemplo, os atacantes Rony e Michael, que acabaram indo para Palmeiras e Flamengo, respectivamente.

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

O início do trabalho:

Tiago Nunes inicou sua trajetória a frente do Corinthians no dia 6 de janeiro de 2020, tendo como primeiros desafios a Florida Cup, torneio amistoso realizado nos Estados Unidos. Além do Campeonato Paulista e a fase preliminar da Copa Libertadores da América.

As primeiras atuações logo deram esperanças a torcida, de que o trabalho seria promissor logo em seu início, o time atuou bem nos dois jogos disputados na Florida Cup. O Timão saiu vencedor contra o New York City, a partida terminou em 2×1 a favor dos brasileiros. Já na segunda partida, veio o revés para o Atlético Nacional (COL), derrota por 2×1, que não tirou a confiança, visto que a equipe fez uma boa partida.

No Campeonato Paulista, a equipe iniciou com goleada sobre o Botafogo-SP por 4×1. Após isso, dois jogos ruins contra Mirassol e Ponte Preta, com um empate e uma derrota respectivamente. O primeiro grande desafio vinha na 4° rodada, em um clássico contra o Santos, jogo que antecedia o duelo contra os paraguaios do Guarani, pela Libertadores. Os comandados de Tiago Nunes jogaram bem e venceram por 2×0, indo assim com muita confiança para Assunção.

Libertadores e o inicío da má fase:

O Corinthians iniciava sua trajetória no torneio continental contra o Guarani (PAR), carrasco alvinegro em 2015, após eliminação vexatória. E mais uma vez os paraguaios aprontaram pra cima do Timão, após derrota em Assunção por 1×0 e vitória por 2×1, o Corinthians mais uma vez foi eliminado na Pré-Libertadores, com o gol marcado fora como critério de desempate.

Após a eliminação, a situação foi de mal a pior, visto que após a queda na Libertadores, o Corinthians disputou 5 partidas pelo campeonato estadual, e não venceu nenhuma! Foram uma derrota e quatro empates.

No Campeonato Paulista, o clube também não tem vida fácil, está com 11 pontos, 5 atrás do Guarani, com apenas 2 jogos e 6 pontos em disputa, a classificação é praticamente impossível.

Diante disso, diversos portais, jornais e sites voltados para o esporte alertaram que o treinador corinthiano corria o risco de ser demitido, pouco tempo após iniciar seus trabalhos, o presidente Andrés Sanchez rechaçou a possibilidade, e sempre afirmou que Tiago terá tempo para trabalhar e implantar suas filosofias de jogo.

A grande verdade que fica é que a parada do futebol durante a pandemia pode ter dado sobrevida à Tiago Nunes no Corinthians, visto que muitos viam o treinador já no “fio da navalha” e com o cargo ameaçado. Para o torcedor, a expectativa é que com a volta do futebol, também venha junto os resultados positivos.

Compartilhe esta publicação
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Derby: Palmeiras e Corinthians agitam as torcidas - Vai Que To Te Vendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.