Entre em contato conosco

Copa do Brasil

Seja guerreiro até o lance final (e classifique)

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação
E não me venhas com não me venhas. A quarta feira passada ainda causa ressaca, felizmente não é de álcool. Este que vos escreve sequer tem a mesma, ou seja, descarte qualquer dor de cabeça pós-degustação de bebidas alcoólicas. Foi uma ressaca de raiva, tanto daqueles que aplaudiram e mostraram conformismo em casa para o time dito então o “melhor do Brasil”, tal qual não chegava em semi de libertadores ‘fucking’ 35 anos. Quanto tomar gol de alguém tido como o pior estrangeiro na Itália e Portugal, cogitado a ser “craque”, “artilheiro” do nacional. Sinal que estamos extremamente nivelados por baixo. Ah, Brasilzão […] f*** se,  méritos ao Flamengo. E assunto encerrado.

Sábado, corretamente o Inter entrou com 90% do time titular em campo. Hora de acabar com as folgas e manias de poupar, vimos que não adiantou porcaria alguma. Quebra de jejum de Nico Lopez, mas e daí? O gol não irá mascarar as cobranças até o cidadão entender o peso da camisa 7 que foram vestidas por Tesourinha, Valdomiro, Sapiranga, Paulo César Tinga, entre outros. E o escudo que carrega no lado esquerdo do peito. Lindoso cumpriu a lei do ex, que coisa linda.  Wellington Silva, cada vez mais em busca de uma sólida e justa titularidade.

Pode cornetar a zaga? Olha, eu espero que sim, pois a mesma anda bem displicente, por mais que estejam entre os melhores zagueiros do campeonato, merecem ser cobrados sim.

FOCO NA COPA

Agora tudo é copa do Brasil, contra o maior campeão da mesma. Quarta-feira no Beira-Rio, torcida fará presença. No brasileiro, time celeste ocupa décima sexta posição, com 18 pontos. A chave muda e a competição é outra, o treinador é outro e o modo de jogar também. Ceni deu a hombridade que andava em falta o time celeste, entre elas, olhar para a base e jogar ofensivamente. Não sabe o que é perder desde sua chegada à raposa. Entre mexidas e alterações, parece ter encontrado uma fonte de energia para renovar e rejuvenescer a equipe. Os cruzeirenses jogam por uma vitória (levando para os pênaltis), vencendo por dois gols ou mais, será o finalista.

Já o Internacional, não quer mais dar chance ao azar e sair de mãos abanando. Quer sim pisar na final e com um pé só. O treino fechado mantém o “mistério” na escalação. Para falar a verdade, a dúvida fica entre Nico Lopez e Rafael Sobis para iniciar.

Que esta imagem se repita logo mais. Foto: Ricardo Duarte / Internacional 


Prováveis times/ficha técnica

Internacional

 Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso; Edenilson e Patrick; D’Alessandro, Nico Lopez (Rafael Sobis) e Paolo Guerrero.

Técnico: Odair Hellmann

Cruzeiro

Fábio; Edilson, Dedé, Fabricio Bruno e Egidio (Dodô); Henrique e Robinho; Marquinhos Gabriel; Thiago Neves e David; Pedro Rocha (Fred).

Técnico: Rogério Ceni

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza (SP), auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO). VAR: Rodrigo Ferreira do Amaral (SP)

Local: Estádio Beira-Rio
Data e hora: 04/09 às 21h30 (Brasília)


       
        Hugo Severo – @scihugofs
Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.