Entre em contato conosco

Endurance

Mazda vence na sua despedida; Nasr e Derani são campeões na DPi

Publicado:

em

Nasr e Derani são campeões na DPi, Fraga vence na LMP3 e Farfus é pódio na GTLM.

Compartilhe esta publicação

Felipe Nasr e Pipo Derani conquistaram o título do IMSA WeatherTech, depois de um final fantástico de Petit Le Mans.

A Mazda Motorsports venceu com 3.2 segundos de vantagem para o #31 da AXR.

Tincknell, Jarvis e Bomarito chegaram a estar três voltas atrás dos líderes, quando faltavam seis horas para o final. O motivo da queda da equipe foi um problema no motor.

Nasr finalizou em segundo, e para ser campeão, bastava terminar na frente do carro da Wayne Taylor Racing #10.

A WTR teve que ir se recuperando, depois de largar de sétimo, enquanto o #31 começava de primeiro.

Ricky Taylor acabou errando duas vezes ao sair do pit-stop, com os pneus frios e passando reto na primeira curva depois do box. Ali, ele perdeu a posição para o #31 – o que colocou o Ricky 10 segundos atrás do Nasr.

Filipe Albuquerque havia conquistado a posição de Derani, quando faltavam duas horas de corrida. Naquela hora, assumiriam o segundo lugar, atrás do #60 Meyer Shank Racing.

A MSR terminou em sexto na classe e décimo no geral, depois de recolherem o carro, enquanto Hélio Castroneves pilotava, nas horas finais.

O quarto lugar é da Ally Cadillac Racing #48, que foi pilotado por Kamui Kobayashi, Jimmie Johnson e Simon Pagenaud. A quinta posição ficou com a Chip Ganassi, que teve uma corrida complicada.

A CGR teve problemas na asa traseira do carro, após um toque com o carro da JDC-Motorsport e, também, um problema no freio traseiro, forçando a equipe a ficar uma volta atrás dos líderes.

A JDC-Motorsport abandonou a corrida, quando restavam 1 hora pela frente, com um problema no motor.

Imagem: PR1/Mathiasen Motorsports – Reprodução

Na LMP2, o #52 da PR1/Mathiasen Motorsports foi a primeira equipe a receber a quadriculada na classe, mas perderam a corrida para a Tower Motorsport.

Em um contato nos minutos finais entre os carros das equipes, que resultou em uma adição de tempo no #52.

Ben Keating junto com Mikkel Jensen conquistaram o campeonato de pilotos. Eles tinham apenas de começar a corrida para serem campeões. Os dois pilotos dividiram o carro com Scott Huffaker.

O pódio foi fechado pelo #11 da WIN Autosport de Nunez, Thomas e Merrill.

O carro #18 da Era Motorsport bateu na hora inicial, e tirando quaisquer chance de continuar na corrida.

Imagem: Riley Motorsports – Reprodução

Felipe Fraga venceu na LMP3, acompanhado de Gar Robinson e Scott Andrews. Fraga concluiu a corrida com uma volta de vantagem em relação ao segundo, que foi a equipe #30 Jr III Racing.

O pódio foi terminado pelo #91 da Riley Motorsports, com Murry, Cox e Bleekemolen.

Robinson conquistou sozinho o campeonato na LMP3, já que só ele correu todas as etapas do #74.

Imagem: BMW – Reprodução

No fim da GTLM, a Porsche terminou com uma dobradinha.

A Porsche WeatherTech Racing conseguiu o 1-2 depois de um contato da Mazda #55 e do Corvette #4, que teve de ir à brita e depois ao box, sendo obrigado a se retirar da corrida.

Isso aconteceu tendo 10 minutos para a corrida terminar.

O pódio foi fechado pela BMW Team RLL #24, do Augusto Farfus, Jesse Krohn e Edwards.

Krohn largou da pole e ficou, mas só até o primeiro pit. Depois, Farfus chegou a retomar a liderança, com 4 horas de corrida. Nas horas finais, a BMW não foi capaz de lutar pela liderança.

O quarto lugar ficou com o Corvette #4, de Milner, Tandy e Sims. A quinta posição foi da outra BMW, o #25, que abandonou a corrida. O abandono aconteceu depois de Connor de Phillippi bater o carro em placas de publicidade.

O sexto lugar na GTLM foi do Corvette #3, depois de um grande acidente na relargada de uma das full course yellow. O ocorrido teve oito carros presentes, incluindo carros da GTLM e GTD. Felizmente, todos os pilotos sairam bem.

Jordan Taylor e Antonio Garcia foram os campeões da classe. O que precisavam fazer era igual na LMP2, apenas começar a prova.

Imagem: Heart Of Racing – Reprodução

Na GTD, a Heart Of Racing triunfou com o carro #23 de Ross Gunn, Roman de Angelis e Ian James.

A Plaff Motorsports saiu como campeã, com a dupla Laurens Vanthoor e Zach Robichon.

Os campeões e os vencedores da corrida travaram uma disputa acirrada nos stints finais, porém, Ross Gunn saiu como o vencedor da corrida, ganhando com 7 segundos de vantagem.

O pódio também houve a participação da Vasser Sullivan, com o carro #12, depois do carro irmão estar envolvido no acidente do Corvette #3.

A volta mais rápida da classe foi do carro #1 da Paul Miller Racing, com 1:19.310.

– Imagem destacada: Michelin – Reprodução.

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *