Entre em contato conosco

Brasileirão

Empatamos, apesar de Aguirre!

Publicado:

em

Compartilhe esta publicação

Aguirre “Mancinou”.

Inter e Santos se enfrentaram pelo campeonato brasileiro, em partida válida pela 36° rodada.

A partida terminou empatada em 1×1, apesar de Aguirre.

O inter foi a campo com: Marcelo Lomba; Saravia; Bruno Méndez e Cuesta; Moisés; Johnny e Edenilson; Taison, Palácios, Patrick; Yuri Alberto.

Uma equipe que fez um primeiro tempo “dominante”, com mais chegadas, posse de bola e finalizações. Já a equipe santista, criou pouco, quase não vimos as cores do uniforme de Marcelo Lomba.

Aos 46′ da etapa inicial, o colorado abriu o placar em finalização de Patrick na qual o zagueiro Luiz Felipe colocou contra o próprio patrimônio, final de primeiro tempo, Inter 1×0 Santos.

Ai entra o Mister Aguirre em ação.

Reparem, inter teve domínio no primeiro tempo.

Ele volta do intervalo com Zé Gabriel na vaga de Johnny, colocando um zagueiro para fazer o papel de primeiro volante.

Todos nós colorados sabemos que Zé Gabriel é pouco zagueiro e NÃO é volante, ponto.

E logo aos 2′ da etapa complementar, o Santos empata com Marcos Leonardo, em jogada de bola aérea, na qual a bola sobra dentro da pequena área, só teve o trabalho de tirar do Lomba.

Só deu Santos no segundo tempo, equipe ficou mais “livre”, pois tinha o meio de campo todo a seu favor!

Logo aos 4′ do segundo tempo, Marcos Leonardo vai as redes novamente, mas estaria impedido.

Isso mostra o que o Internacional teria pela frente.

Aos 12′ da etapa final, ele saca Patrick e põe Mauricio, na esperança de “recuperar” o meio campo, e por ora deu um pouco certo, Mauricio com mais dinâmica, participação e finalização.

 

Assim o inter quase chegou ao segundo gol, em finalização de Mauricio de fora da área, a bola caprichosamente bateu na trave e foi pra fora.

Ai Mister Aguirre entrou em ação, colocou sua capa de herói e jogou seu pirim pimpim!

Com 18′ ele saca Palácios e Saravia, pra colocar Heitor e Mercado.

Sim, Heitor e Mercado nas vagas de Palácios e Saravia.

Ai entregou o jogo pro Santos, que teve todo o dominio da segunda parte, podendo abrir 1×3 com facilidade.

Aguirre optou pela volta do Yuri Alberto, que teve um edema ósseo no pé esquerdo, ficou afastado por 3 rodadas e ontem voltou como titular e atuou por 90 minutos, sendo que:

Inter enfrentou o São Paulo pela final do campeonato brasileiro sub-20, desfalcado por Juan Cuesta e Matheus Cadorini, esse último por opção técnica ficou com os profissionais.

Ai te pergunto: Yuri Alberto voltando de lesão, mal na partida, mancando desde os 20′ do segundo tempo, é melhor que o jovem e promessa Cadorini?, não né Aguirre?!.

Tiraram o Cadorini do jogo da volta decisivo lá em São Paulo, pra ele sequer ENTRAR na partida, e nós assistindo o Yuri mancar 30 minutos pois voltava de lesão, parabéns DIEGO AGUIRRE.

Um técnico FRACO, INCOMPETÊNTE, INSUFICIENTE, PEQUENO PRO INTERNACIONAL, NÃO MERECE ESTAR NA CASAMATA DO BEIRA-RIO, MUITO MENOS NOS TIRAR PRA PALHAÇO.

Acerta a torcida em vaiar, protestar e cobrar, aquele que fez nosso ano terminar em NADA, jogou nosso ano no lixo e se abraçou na lambança do rival que se encaminha a outra série b.

Ano patético do Inter, ridículo, apático, medíocre.

Vamos deixar escapar uma libertadores onde pelo brasileirão tem 8 vagas! Se contentem com uma Sulamericana colorados, essa direção e técnico nos levaram a isso!

Adeus Aguirre, depois desses últimos jogos, a Celeste vai preferir um interino a ter você comandando em uma Copa do Mundo.

Acabou. No final das contas o PAIXÃO TINHA RAZÃO, E pena que ele não te citou no áudio, pois tu tem culpa muito grande no cartório.

Respeite o Internacional.

 

Texto: Bruno Voutto

Mídias: Internacional e Twitter

 

 

 

Compartilhe esta publicação
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *