Entre em contato conosco

Brasileirão

Corinthians: Derby à vista, salários atrasados e pressão da torcida.

Publicado:

em

Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians.

Atuações da equipe vem sendo abaixo do esperado, e torcida começa a pressionar Tiago Nunes.

Compartilhe esta publicação

A semana não começa nada fácil para o torcedor Corinthiano, o Timão tem nada mais nada menos que um jogo contra o Palmeiras nesta quinta-feira (10), historicamente o maior rival do Alvinegro. Este é por si só um jogo que deixa o torcedor apreensivo até mesmo dias antes da partida acontecer, e dessa vez não será diferente, além do que a equipe comandada por Tiago Nunes não vem apresentando um futebol vistoso, e as críticas ao técnico já se tornaram rotineiras entre os torcedores.

No sábado (05), o Corinthians apenas empatou com o Botafogo em seus domínios. Apesar de ter saído na frente com gol de Fagner, viu o Botafogo virar a partida com Bruno Nazário e o marfinense Salomon Kalou , que marcou o primeiro tento coma  camisa do Glorioso. O Timão buscou a igualdade aos 47 minutos da etapa final, com Jô mais uma vez salvando o time. O resultado é claro deixou os Corinthianos irritados e críticas a atuação da equipe não foram poupadas, e principalmente ao treinador Tiago Nunes.

Corinthians 2x2 Botafogo - Campeonato Brasileiro 2020. Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians.

Corinthians 2×2 Botafogo – Campeonato Brasileiro 2020. Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians.

 

Tiago Nunes.

O treinador vem sendo alvo de críticas pelo fato de não conseguir dar uma cara ao time e não fazer o mesma evoluir, e irrita cada vez mais a torcida com suas entrevistas coletivas (pós-jogo), quando afirma que a equipe joga bem e vem sim em processo de evolução. Apesar da falta de criatividade da equipe, é notório que os jogadores buscam jogadas ofensivas. Prova disso é que o Corinthians figura hoje como a 2ª equipe que mais marcou nesse Campeonato Brasileiro (com os mesmos números que outras 3 equipes, com 11 gols marcados). Por outro lado, a equipe já sofreu 10 gols na competição e se vê com dificuldades de balancear e ser uma equipe que ataca muito, mas ao mesmo tempo se torna muito exposta e vulnerável.

Torcedores mais enfurecidos com o trabalho do treinador, pedem a sua saída do cargo e cogitam principalmente treinadores estrangeiros para ocupar a vaga. Em entrevista após o jogo de sábado, o treinador ironizou e disse que tem seu cargo ameaçado desde que chegou ao clube, e que uma hora alguém vai acertar quando ele irá cair.

Salários atrasados:

Desde a parada do futebol em decorrência da pandemia do novo coronavírus, os atrasos salariais vem sendo algo que assombra o clube. Segundo o site especializado em notícias do Corinthians “Meu Timão“, a diretoria alvinegra quitou 2 meses de salários que estavam em pendência, referentes a junho e julho, restando assim honrar os compromissos dos meses de agosto e setembro. Cabe lembrar que há menos de uma semana, os jogadores tiveram de gravar um vídeo negando uma informação do comentarista da TV Bandeirantes Edilson (o capetinha), de que os mesmos estariam pensando em aderir a uma greve por conta dos salários em débito.

Clássico:

O Corinthians voltará a campo nesta quinta-feira (10), para enfrentar o arquirrival Palmeiras, na Neo Química Arena. O clássico pode ser um divisor de águas para a equipe de Tiago Nunes, que não vem convencendo o torcedor. Por se tratar de um Derby, a estética do jogo fica como segundo plano, e o que realmente importa é vencer o maior rival, o torcedor não espera nada menos que isso.

Opinião: Que a equipe do Corinthians não vem apresentando um grande futebol, isso é fato, notório e que apenas o treinador não vê e tenta ”tapar o sol com a peneira” com entrevistas sem pé nem cabeça e dados e números que pouco importam ao torcedor. Cabe salientar que compromissos entre a diretoria e os jogadores não vem sendo cumpridos, dificultando assim qualquer cobrança por melhorias técnicas e táticas da equipe.

Apesar do trabalho não muito convincente de Tiago Nunes, não vejo como a hora ideal para se trocar o comando técnico, apesar de acreditar que em caso de revés para o Palmeiras em casa, sua situação ficará muito complicada. Tiago veio para implementar um estilo de jogo mais ofensivo e muito cobrado pelo torcedor, porém não recebeu tantas peças de qualidade para isso e se vira com o que tem, inclusive pedindo a volta de jogadores emprestados e utilizando garotos da base. Pedidos pela sua saída vem acompanhados já de nomes definidos pelo torcedor: Miguel Angél Ramirez em sua maioria e também o argentino Gabriel Heinze.

Fica a pergunta de quantos jogos estes torcedores viram das equipes comandadas pelos mesmos, e o que ambos tem de tão diferente que fará um elenco tão limitado demonstrar um bom futebol? No futebol, não existe salvador da pátria, Tiago Nunes é exemplo disso, que veio para fazer a equipe jogar bonito, e ainda não conseguiu tal feito.

 

Compartilhe esta publicação
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Vai Que To Te Vendo - Vai Que To Te Vendo - Vai Que To Te Vendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.